Foi um privilégio e honra termos tido a oportunidade de, não somente participar, como dar todo o apoio e enquadramento cénico à excepcional apresentação da colecção pela própria Mestre Sónia Domingues.

Bem no interior do mais insólito e improvável dos lugares – no epicentro do Casino, com todas as suas emoções contrastantes, por vezes dilacerantes, à flor da pele – assistimos a um evento de uma rara beleza subliminar, sincronizado ao detalhe a cada movimento e gesto no seu próprio momento, para que cada obra pudesse encher o espaço e os múltiplos olhares de cada um dos presentes. Há momentos que não se esquecem…

Bem haja a todos, esses em particular…

Dr. Jorge Calado [Director Geral – Casino de Tróia]

Uma chuva onírica de deslumbramento com a Mestre Sónia Domingues e a sua exposição “Olho Vivo da Vida” no palco Estrathosphera do Casino de Tróia. Porque o Universo se desmultiplica em olhares que significam mais do que a própria essência primordial da matéria… quem tiver olhos que veja! (…) Oito histórias que representam oito incursões ao universo dos sonhos pressentidos pela Mestre Sónia Domingues na exposição “Olho Vivo da Vida” (…) Uma parafernália de olhares que cruzam as certezas da vida com as deambulações oníricas do deslumbramento… oito olhares a não perder! (…)

Dr. João Aníbal Henriques – [Professor, Arqueólogo, Dir. J.S.M.C. & RP Casino de Tróia]