Extravagante fuga ao banal

Obra V

Em 2014 – O Palácio Quintela renasce, porém, mantendo os traços originais, fiel ao passado histórico pretendendo desenvolver um conceito original e inédito para a capital.
Na arquitetura, Frederico Valsassina concebeu um projecto onde o clássico e o moderno se encontrassem em harmonia. Já a decoração do espaço foi feita pela arquiteta Catarina Cabral, que procurou peças sóbrias e intemporais que pudessem integrar o ambiente do Palácio sem se sobreporem à imponência dos seus detalhes e frescos. 

Em 2016 – A história deste requintado Palácio permanece e retoma em 2016 como escape à rotina quotidiana, numa “extravagante fuga ao banal”.
No renovado Palácio Chiado, as centenárias salas acolhem agora alternativas de alta restauração e outras de entretenimento para o dia-a-dia da capital lisboeta, e de quem a visita. Assumindo-se como um espaço de referência na cidade, cosmopolita, une história e modernidade de forma intemporal.

História Artística

O Mordomo, prestes a despedir-se …sobe à Cúpula do Palácio, onde ajusta, faz rodar… e… serve-nos simbolicamente 3 dos muitos Encantos do Palácio, desde o Leão Alado, ao Vitral não esquecendo a Calçada Portuguesa – o empedrado dos Passeios em forma de 5 Estrelas.

160 x 109 CM

Técnica Mista sobre Tela

2016